Confira 10 fotos tiradas por drones que mostram lugares proibidos

Com a comercialização cada vez maior de aparelhos voadores não tripulados, o mais comum dos mortais passou a ter a possibilidade de “visitar”, ou pelo menos recolher imagens vistas de cima, de locais proibidos e que normalmente estão vedados às pessoas. Com isso, as leis também foram obrigadas a mudar.

As imagens que vai ver nesta nossa lista mostram alguns desses lugares. Locais em que é completamente proibido entrar, mas que alguns aventureiros ousaram captar imagens recorrendo aos seus drones.

Muitos destes lugares são proibidos para o mais comum dos mortais por diversas razões, quer seja por motivos de segurança, ou simplesmente por se tratarem de locais secretos de regimes menos democráticos, estes lugares permaneciam ocultos para a maioria… até hoje.

Veja já a seguir 10 imagens de lugares proibidos fotografados por drones:

 

#1 Síria

A guerra civil síria tem sido devastadora para aqueles apanhados no fogo cruzado. Aqui, um drone fotografa o caos.

#1 Síria

Uma vez a terceira maior cidade da Síria, Homs foi praticamente destruída depois de uma batalha de quatro anos entre o governo e a oposição, matando milhares de pessoas e deixando a cidade em ruínas.

#1 Síria

 

#2 Pequim, China

O americano Trey Ratcliff aprendeu da maneira mais difícil porque o Palácio Imperial da Pequim é chamado de “A Cidade Proibida.”

#2 Pequim, China

Não deve ser nenhuma surpresa que sobrevoar a sede do governo chinês e os seus centros de conexões de inteligência é mal aconselhado.

Felizmente, Ratcliff foi capaz de tirar algumas imagens aéreas antes de ser capturado e preso pelas autoridades chinesas.

#2 Pequim, China

Ele foi libertado pouco tempo depois.

 

#3 Pripyat, Ucrânia

As consequências da catástrofe nuclear de Chernobyl de 1986 são evidentes até hoje.

#3 Pripyat, Ucrânia

A segurança nuclear, muito compreensivelmente, tornou-se uma grande preocupação após o acidente.

O sistema Duga na Zona de Exclusão de Chernobyl foi construído para detectar ataques de mísseis com uma rede de radares de alerta precoce.

#3 Pripyat, Ucrânia

É emitido um sinal tão forte que até mesmo os utilizadores de rádio nos Estados Unidos podiam ouvir os seus “cliques.” Como tal, recebeu o apelido de “Pica-pau russo.” Desde então, foi abandonado e tem vindo a deteriorar-se.

 

#4 Kazantip, Crimeia

A Estação de Energia Atómica da Crimeia está em construção desde 1976; uma instabilidade geológica fez o projeto ser abandonado.

#4 Kazantip, Crimeia

Era o local do festival de música electrónica KaZantip de 1993 a 1999. Um anónimo comprou o local em 2005, e hoje está inacessível.

#4 Kazantip, Crimeia

 

#5 Okuma, Fukushima, Japão

O terremoto de 9,0 de magnitude que sacudiu Okuma em 2011 causou uma reação em cadeia, provocando um tsunami que esmagou a usina nuclear de Fukushima.

#5 Okuma, Fukushima, Japão

Mais de 150.000 pessoas em todo o país e 11.515 residentes de Okuma foram forçados a evacuar as suas casas devido ao tsunami e crise nuclear.

Após o desastre nuclear causado pelo tsunami, Okuma tornou-se uma cidade fantasma e proibida.

#5 Okuma, Fukushima, Japão

Provavelmente vai levar décadas até que a cidade possa ser habitada novamente; felizmente, a vida tem sido restaurada em outras partes da área de Fukushima.

 

#6 Área 51, Nevada, EUA

Contos – especialmente relacionados a OVNIs – cercam a base da Força Aérea dos EUA (apelidado de “Área 51”) em Nevada desde 1950.

#6 Área 51, Nevada, EUA

O seu acesso é totalmente proibido, mas algum conseguiu sobrevoar a região com um drone recentemente, embora poucas coisas possam ser vistas.

#6 Área 51, Nevada, EUA

 

#7 Debaltsevo, Ucrânia

Quando os militares da Rússia anexaram a Crimeia em 2014, provocaram um conflito entre as forças militares ucranianas e pró-russas. Estas imagens mostram os restos de um cerco de tanques.

#7 Debaltsevo, Ucrânia

A área é agora conhecida como Caldeirão Debaltsevo.

#7 Debaltsevo, Ucrânia

 

#8 Tar Heel, Carolina do Norte, EUA

Uma filmagem de um drone guiado pelo cineasta Mark Devries revelou as práticas terríveis de uma instalação de produção de porcos, propriedade da maior fornecedora mundial de carne de porco, a Smithfield Foods.

#8 Tar Heel, Carolina do Norte, EUA

Escondida em uma parte remota da Carolina do Norte, o local estava longe dos olhos do público, e o enorme lago vermelho que você vê acima está realmente cheio de urina e fezes de milhares de porcos.

#8 Tar Heel, Carolina do Norte, EUA

 

#9 Torre de Tesla, Rússia

A Torre de Tesla era uma “máquina de raios” do período soviético que gerava tanta eletricidade que fazia o cabelo de um explorador ficar em pé, e a instalação secreta ainda está inteira, como essas imagens de drones revelam.

#9 Torre de Tesla, Rússia

Uma vez que a União Soviética encontrou seu fim, assumiu-se que a torre foi abandonada, mas parece que esse não foi exatamente o caso.

#9 Torre de Tesla, Rússia

 

#10 Spitsbergen, na Noruega

Em uma ilha a cerca de 1.000 km do Pólo Norte, no arquipélago ártico de Svalbard, está um cofre que pode ajudar a garantir a continuidade da nossa espécie. No interior estão 860.000 amostras de sementes de uma infinidade de espécies como um “backup”, apenas no caso de perdemos as nossas colheitas.

#10 Spitsbergen, na Noruega

Projetada em 2006, é supostamente tão estéril que a instalação permanecerá seca mesmo no caso de as calotas polares derreterem. As temperaturas são mantidas a -18 ° C.

#10 Spitsbergen, na Noruega
COMPARTILHAR