Os perigos escondidos das lâmpadas LED revelados por um especialista em fotobiologia!

A lâmpada LED é muito recomendada porque é ecologicamente correta.

No entanto, os seus malefícios à saúde são inúmeros.

Infelizmente, ela foi imposta ao consumidor sem que os seus danos fossem levados em consideração.

De acordo com o Dr. Alexander Wunsch, um especialista de nível internacional em fotobiologia, se o consumidor pudesse escolher, valeria muito mais a pena pagar a conta de energia mais cara usando lâmpada incandescente, que não faz mal à saúde, do que economizar na LED e sofrer alguns danos.

Lógico que em relação à eficiência económica, a LED é a preferida.

Não há dúvidas quanto a isso.

A luz de LED é eficaz, reduzindo o consumo em até 95% em comparação com lâmpadas incandescentes que libertam calor.

No entanto, o calor gerado pelas lâmpadas incandescentes, que é radiação infravermelha, é benéfico para a saúde e, portanto, vale a pena o custo extra.

Na questão saúde, existem grandes desvantagens nas lâmpadas de LED, pois elas emitem bastante radiação electromagnética, um tipo de radiação nociva.

Você não quer saber disso?

Prefere ignorar?

 

Pois saiba que, se ignorar esse fato, você pode ter consequências muito graves a longo prazo.

Uma das consequências do uso da lâmpada LED é, segundo o Dr. Alexander Wunsch, o aumento dos casos de degeneração macular relacionada com a idade (DMRI), que é a principal causa de cegueira nos Estados Unidos e em muitos países.

Outros problemas de saúde enraizados na disfunção mitocondrial também podem ser exacerbados, e estes vão desde a desordem metabólica ao cancro (câncer).

Infelizmente as lâmpadas incandescentes, estão proibidas em muitos países, principalmente os desenvolvidos.

Elas consomem muito mais energia – não foi à toa que não demorou haver a substituição pela LED.

Infelizmente a lâmpada LED causa uma série de problemas de saúde devido à radiação electromagnética.

Veja alguns:

– Degeneração macular

– Desordem no metabolismo

– Cancro (câncer)

– Lesões neurológicas

– Doenças renais

– Problemas na pele

– Hipertensão

De acordo com o Dr. Wunsch, do ponto de vista da saúde, a tecnologia LED é uma ideia muito ruim.

“Eu chamo a LED de cavalo de Tróia porque ela parece tão prática para nós, aparentando ter tantas vantagens.

Ela economiza energia, é muito resistente, tem alta durabilidade.

Assim, é convidativo tê-las em nossa casa.

Mas não estamos cientes de que ela tem muitas desvantagens.

Ela é prejudicial à saúde física, mental, prejudicial à saúde da retina e também prejudicial para as hormonas”, diz ele.

Infelizmente, o uso da lâmpada LED passou a ser prioridade nos EUA, no Brasil e na Europa, numa tentativa de economizar energia.

Embora indiscutivelmente eficaz quanto à questão económica, o impacto biológico dessa lâmpada foi completamente ignorado.

Houve muita pressa e nenhum aprofundamento em relação aos riscos.

O preço por isso – em termos de saúde – será muito alto, acredita o Dr. Wunsch.

 

Com informações de: artigo How LED Lighting May Compromise Your Health
Tradução e adaptação: Bastante Interessante
COMPARTILHAR